Vereador Pedro Gomes comemora recuperação da rua Euclides da Cunha

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Queimadas na região Sul do Maranhão ameaçam o fornecimento de energia elétrica



Nessa época do ano, o tempo quente, além de favorecer a diversão em praias e clubes, também influencia negativamente no fornecimento de energia elétrica, quando as queimadas são intensificadas no Maranhão. O Estado ocupa a quinta posição no ranking dos lugares que mais fazem queimadas no país, segundo os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Na região Sul do Maranhão, segundo os dados da Cemar, as cidades que apresentaram ocorrências com falta de energia por conta de focos de incêndios, foram Montes Altos, Porto Franco, Grajaú, Estreito, Sítio Novo, Amarante, Imperatriz, Cidelândia, Arame, São Francisco do Brejão e Porto Franco. Apenas estes municípios, em 2015, deixaram mais de 4 mil clientes sem energia elétrica.

A Companhia Energética do Maranhão tem feito ações para que as pessoas se conscientizem, e tenham atitudes que não favoreçam o início de incêndios, como jogar pontas de cigarros nas margens das rodovias. Ainda, segundo o IPNE, só no Maranhão foram registadas 1.871 focos de queimadas em todo o Estado. Como forma de tentar diminuir essas ocorrências, a Companhia tem investido em palestras de cunho educativo, com apoio das escolas, associações de moradores e igrejas.

O técnico de segurança do trabalho, Marcos Tullio, alerta para os perigos que as queimadas oferecem quanto a interrupção de energia elétrica. “Os cabos de energia podem se dilatar e ficar baixo, podendo ocasionar acidentes com pessoas que podem estar tentando controlar ou combater o incêndio”, comenta.

O técnico ainda completa que os riscos podem ir além de prejuízos materiais e dos desconfortos causados pela falta de energia para muitas pessoas. Para Tullio, o rompimento dos galhos de árvores e dos fios de energia podem causar a morte de animais silvestres. A poluição do ar também é um grande ofensor para a saúde da população.

Tendo em vista a prevenção desses acidentes na rede de energia, a Cemar realiza inspeções na rede elétrica para que sejam evitadas possíveis ocorrências de acidentes ou falta de energia.

Para saber quais são as medidas de prevenção, e evitar este tipo de eventualidade, a Cemar elencou as principais dicas para que estas situações não ocorram.

Evite fazer queimadas próximo aos fios de energia;

Não jogue pontas de cigarro acesas ou outros materiais inflamáveis às margens da rodovia ou próximo a vegetação seca;

As cinzas das fogueiras feitas em acampamentos devem ser apagadas com água, pois o vento pode levar as brasas para a mata e iniciar um incêndio;

Evite queimadas para o preparo da roça;

Se perceber um incêndio próximo a rede elétrica entre em contato imediato com o Corpo de Bombeiras (193) e CEMAR pelo número 116;

Qualquer foco de incêndio, por menor que pareça, deve ser combatido, pois o mesmo pode se alastrar e sair do controle.



Comente com o Facebook: