Vereador Pedro Gomes comemora recuperação da rua Euclides da Cunha

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Imperatriz é um dos principais pólos agrícolas da região Tocantina


O chamado “cinturão verde” se instalou em diversos
 bairros e povoados do município


Imperatriz – Os investimentos realizados nestes últimos oito anos pelo município consolidam Imperatriz como um dos principais polos agrícolas do Maranhão, principalmente na área de produção de hortaliças com o fortalecimento do projeto “Cinturão Verde”, bem como de outras culturas implementadas pelo programa de Agricultura Familiar.

O secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Produção (Seaap), José Fernandes Dantas, garantiu ontem que o município produz a maioria de hortaliças que abastecem supermercados, mercearias, sacolões e feiras livres de Imperatriz. “Nós dependemos apenas 20% do sudoeste do país devido a questões climáticas, mas esse aumento dos campos agrícolas de hortaliças desponta em Imperatriz”, afirma.

Ele assinala que atualmente “o município é o maior produtor de hortaliças do interior do estado, chegando a exportar grande parte de sua produção para abastecer grandes redes de supermercados nos estados do Pará e Tocantins”.

A expansão do projeto “Cinturão Verde”, iniciado na área da Infraero, no aeroporto da cidade, chega a ser desenvolvido em diversos bairros e povoados, como é o caso do Camaçari, o Bom Jesus, Sumaré, Planalto e Ouro Verde. “De fato, a maioria do povo não conhece o que a cidade produz nos campos agrícolas situados em vários pontos do município de Imperatriz”, completa.

José Fernandes reconhece que é preciso avançar mais na produção, porém destaca o grande potencial do município que dispõe do rio Tocantins e seus afluentes e energia elétrica de qualidade que contribuem a agricultura em Imperatriz.

Experiência – O secretário de Agricultura assinala a pesquisa na produção do repolho, alvo de reclamações dos comerciantes que importavam verduras do sul do país devido ao peso, inviabilizando o transporte de outras mercadorias. “Nós começamos a produzir repolho depois das orientações técnicas de uma equipe de Salto (SP), cuja experiência tem sido exitosa”, conclui. 

Comente com o Facebook: