Vereador Pedro Gomes comemora recuperação da rua Euclides da Cunha

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Assis Ramos defende soltura de major da Polícia Militar


Prefeito eleito fez apelo aos vereadores; comunidade realizará
ato público na sexta-feira (7)

Prefeito eleito Assis Ramos diz que major está incomunicável com a família
 e classifica situação de absurda 

Imperatriz – O prefeito eleito Assis Ramos (PMDB) classificou na última terça-feira (4), durante visita ao legislativo imperatrizense, como absurda a situação do major Janilson Lindoso preso por insubordinação e, posteriormente, transferido para São Luís.
“Ele (major Janilson) está incomunicável com sua família, situação que passa dos limites, pois não acredito que a dona Greycivane esteja fazendo qualquer teatro, pois a prisão de fato aconteceu”, disse ele, que conclamou apoio aos vereadores para sensibilizar o governo estadual.

Assis Ramos entende que o oficial terá que responder pelo ato de indisciplina que cometeu, porém discordou do exagero praticado em desfavor do major Janilson.

O vereador Enoc Serafim (PSDB) propôs à Mesa Diretora da Câmara de Imperatriz que encaminhe ofício ––assinado por todos os 21 vereadores–– ao governador Flávio Dino (PCdoB) e ao comandante-geral da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), coronel Pereira, para a soltura do major Janilson Lindoso.

Sob aplausos, a comunidade apoiou a iniciativa do parlamentar que ressaltou o empenho do oficial pelo esporte contribuindo na formação de várias crianças e adolescentes de Imperatriz. “Ele (major Janilson) não oferece riscos à sociedade, acho que o governador precisa liberá-lo”, declarou.

MANIFESTO – Previsto para próxima sexta-feira (7), às 9h, na Praça Mané Garrincha, em frente ao estádio municipal Frei Epifânio D’Ábadia, a realização de grande ato público em favor da soltura do major Janilson Lindoso.

Vários segmentos da sociedade imperatrizense estão sendo mobilizados a participar do ato pacífico que percorrerá ruas e avenidas em direção ao quartel do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM).

No convite, divulgado nas redes sociais, conclama à população que participe do ato público com camisa branca para solicitar a libertação do major Janilson Lindoso.  

Comente com o Facebook: