Vereador Pedro Gomes comemora recuperação da rua Euclides da Cunha

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Saúde avançou nestes 8 anos em Imperatriz, apesar da falta de recursos

         

      Imperatriz - Ao fazer uma avaliação da sua gestão no decorrer deste e dos anos anteriores no município, a secretária de Saúde Conceição Madeira relatou as dificuldades de gerenciar as questões da saúde pública de Imperatriz, ressaltando que mesmo em momentos de crise foi possível obter melhorias a partir de investimentos em alguns setores.

         “Gerir uma saúde que tem o ônus de receber milhares de pessoas, mas que não tem o bônus do recurso completo para resolver os problemas é muito complexo. Contudo, em 2016 ainda conseguimos manter os programas implantados ao longo da gestão e ainda implementar algumas melhorias”, afirma Conceição Madeira ao falar dos custos que tem para manter o funcionamento do Hospital Municipal de Imperatriz e a Atenção Básica do Município.

         A secretária ressalta que gerenciar a Saúde Pública no Brasil não é uma tarefa fácil. “Em tempo de crises a situação torna-se mais complicada!”, exclama. Conceição destaca ainda que o fato de Imperatriz ser um pólo torna a gestão da Saúde ainda mais complexa. “Pessoas de diversas cidades da região recorrem aos serviços oferecidos aqui – consultas médicas, exames e cirurgias de alta complexidade”, informa.

         De acordo com informações da secretária, Imperatriz conta hoje com um leque de especialistas na Rede Pública de Saúde que atende praticamente todas as áreas – um atrativo para os cidadãos que moram aqui no entorno e não dispõem de especialidades em seus municípios. “Isso faz com que muitas vezes percebamos a existências de filas de espera para consultas e cirurgias realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde de Imperatriz e que favorece cidadãos de outras cidades dos Estados do Para, Tocantins e Maranhão”, disse.

         No entanto, segundo Conceição Madeira, mesmo com a redução dos recursos, os serviços da área da Saúde foram sempre priorizados pelo prefeito Sebastião Madeira. “Em 2015 mesmo com as dificuldades e a ‘escassez das verbas’ avanços puderam ser notados, bem como Reformas e Ampliações de Unidades Básicas de Saúde da Zona Urbana e Rural, Aquisição de novos aparelhos, novas ambulâncias e ainda as campanhas de Prevenção e Promoção a saúde”, observa a secretária.

Comente com o Facebook: