Vereador Pedro Gomes comemora recuperação da rua Euclides da Cunha

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Ação “Cidade Limpa” orienta descarte do lixo em Imperatriz

Fiscais fazem levantamento sobre o lixo armazenado, para
posteriormente colocar as placas indicativas e lixeiras 

            Equipe de fiscais do Núcleo de Educação Ambiental (NEA), da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) estão fazendo um levantamento prévio sobre como o lixo é embalado pelos funcionários de bares e restaurantes da Avenida Beira Rio, ambulantes da Praça de Fátima e setor Calçadão. A iniciativa faz parte da ação Cidade Limpa.

            A análise inicial observa a forma como são organizados os restos de alimentos, sacolas plásticas, canudos, copos descartáveis e outros materiais descartados. A fiscal Ângela Lima explica que esse trabalho “é somente uma sondagem, para que a gente possa vir depois e colocar as placas indicativas e lixeiras, onde os usuários vão depositar seus resíduos”. 

            Para o garçom Rodrigo Lima, que trabalha em um dos restaurantes localizados na Beira Rio, são os próprios pedestres que jogam o lixo em qualquer lugar e não preservam a avenida limpa. Ele ressalta a importância do armazenamento correto dos entulhos para que a cidade fique mais bonita e agradável.

            Após o levantamento, o próximo passo será a realização de uma reunião entre a equipe do Nea com os proprietários, funcionários e ambulantes dos pontos diagnosticados, para explicar de forma simples e didática a sinalização e colocação das lixeiras. [Sara Batalha]

Comente com o Facebook: