Vereador Pedro Gomes comemora recuperação da rua Euclides da Cunha

terça-feira, 16 de maio de 2017

Usuários utilizam rede social para arrecadar fundos destinados a doações


O Desafio da Boa Ação tem o objetivo de ajudar instituições e famílias que passam por dificuldades. O Instituto Amar Mais foi um dos beneficiados pela corrente



 Uma corrente do bem tem mudado a realidade de instituições e famílias carentes de Imperatriz. É que alguns usuários de uma rede social utilizam a plataforma para arrecadar fundos e transformá-los em doações.

Funciona assim: o usuário “X” cola no seu feed de notícias no Facebook uma mensagem explicando aos seus amigos que a cada curtida no post será doado R$ 1 (um real) e a cada comentário será doado R$ 2 (dois reais). Após 24h após da publicação, o usuário faz o cálculo do montante somando os valores de curtidas e comentários. Por fim ele deve informar em uma nova postagem quem receberá a doação e o valor que será doado, além de indicar outras pessoas a continuarem a corrente.

O agropecuarista Luciano Honorio recebeu a indicação de um amigo e deu continuidade ao movimento. Após 24h da sua publicação, recebeu 522 curtidas e 210 comentários, somando R$ 942 (novecentos e quarenta e dois reais), de acordo com as regras do desafio. Ele decidiu arredondar o valor e fazer a doação de mil reais para o Instituto Amar Mais, casa de apoio a pessoas que fazem tratamento de câncer em Imperatriz.


“O Amar Mais tem um dos trabalhos mais bonitos da cidade. Eu sou fundador de ONG e conheço a dificuldade de amar ao próximo e conheço como é difícil ganhar doações. Vejo que o Instituto tem um dos trabalhos mais bonitos de amar ao próximo. Essa corrente do bem para cá vai trazer muitos benefícios para essas pessoas”, explica o agropecuarista.

Comente com o Facebook: