Vereador Pedro Gomes comemora recuperação da rua Euclides da Cunha

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Ataques de potós aumentam no período de verão em Imperatriz

Os potós são insetos que queimam e deixam marcas na pele das vítimas


Os potós são insetos pequenos e causam estragos ao entrar em contato com a pele humana. Em Imperatriz, o aparecimento de pessoas que tenham sido vítimas do bicho têm acontecido com frequência, principalmente, no período mais quente do ano na cidade, como nos meses de julho e agosto.

As queimaduras que os potós deixam nas pessoas, em alguns casos, podem ser graves e devem ser tratados com o auxílio de um médico especialista no assunto. O que muitas pessoas não sabem é que cada caso é diferente, e as manchas podem aparecer de uma maneira mais agressiva, ou não, na pele de cada pessoa.

Manchas vermelhas, bolhas e inchaço no local atingido pelo inseto, também podem ser sentidas pelas vítimas desse besouro. Por isso, o tratamento adequado, com o acompanhamento de um profissional da saúde, pode ser o diferencial para eliminar os sintomas de quem sofreu o ataque do temido potó.

A dermatologista Nira Herênio recomenda que a ajuda médica deve ser procurada quando a lesão, no local atingido, for de intensidade grande. “Se a ferida for muito dolorida, apresentar bolhas de pus ou se houver outros sintomas como febre, mal estar, dor nas articulações ou vômitos, então é prudente procurar ajuda médica”, comenta.

Segundo a médica dermatologista, os imperatrizenses precisam se prevenir e podem fazer isso de diversas formas, como: evitar dormir com a luz acessa durante a noite, pois eles são atraídos pela luminosidade; além de contratar algum serviço de dedetização, para eliminar o aparecimento ou reprodução do inseto. Também é importante fazer a limpeza da casa, e bater o lençol da cama antes de dormir, para prevenir o aparecimento do potó.

O ataque do potó acontece quando ele se sente ameaçado, e por isso o bicho solta uma substância cáustica, ao entrar em contato com a pele. A recomendação é não matá-lo imediatamente de forma brusca, mas retirá-lo de uma maneira mais calma.

A indicação da dermatologista para as pessoas que sejam surpreendidas com o ataque do potó, é que o local seja lavado com com água corrente e sabão, e usar antissépticos. Os machucados começam a sumir da pele, geralmente, após 10 dias, e ainda podem deixar manchas escuras.


Comente com o Facebook: