Vereador Pedro Gomes comemora recuperação da rua Euclides da Cunha

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Alunos da rede pública de Coquelândia recebem projeto "Ecocemar nas Escolas"

De forma lúdica, o Cemágico tratou de temas importantes sobre o meio ambiente


De repente, a sala de aula tornou-se palco de magia. Alunos curiosos acompanhavam as informações que eram apresentadas pelo Cemágico, um mágico diferente, que tratou sobre energia e meio ambiente, em Coquelândia. Fernando Oliveira tem 7 anos e estuda o 2º ano na Escola Municipal Dom Pedro I, uma das escolas contempladas pelo projeto. Para ele, as brincadeiras feitas pelo mágico prenderam a atenção da turma na hora do aprendizado.


"Aprendi que tenho que reciclar, cuidar do meio ambiente, economizar energia. Acho que não posso assistir muito a TV nem ficar ligando o ventilador toda hora", disse. O aluno foi enfático ao dizer que vai repassar essas informações para a mãe. Assim como ele, mais de cem crianças receberam pela primeira vez as ações do projeto. Entre uma conversa e outra, o mágico mostrou como cuidar do meio ambiente. Em uma simples brincadeira os alunos notavam como poderiam diminuir os impactos no planeta.

Mãos levantadas, sorrisos e carinhas surpresas. As mais diversas reações mostravam que a informação e a diversão podem e são aliadas na hora de formar cidadãos mais conscientes. Esse é um dos objetivos da Companhia Energética do Maranhão ao implementar propostas educacionais em todo o estado.

Maria José, gestora, trabalha na escola há mais de trinta anos e avaliou de forma positiva a ação feita pela Companhia. "Já recebemos a Cemar em algumas ações aqui, dessa vez a equipe veio falar sobre meio ambiente e economia de energia. Essas campanhas são muito importantes, as crianças precisam e nós também. Precisamos de especialistas para repassar essas informações, foi ótimo a Cemar ter vindo aqui", comentou.

O projeto vai percorrer várias escolas de Imperatriz ao longo dos próximos dias, levando orientações, cartilhas educativas e muita diversão. O projeto faz parte do PEE-Programa de Eficiência Energética, que é regulamentado pela ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica. A proposta é sensibilizar a comunidade pelo uso racional e sustentável da energia elétrica no Maranhão.


Comente com o Facebook: