Vereador Pedro Gomes comemora recuperação da rua Euclides da Cunha

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Davinópolis adere ao projeto “Farmácia Viva”


A coordenadora do “Farmácia Viva”, Kallyne Costa, do Governo do Maranhão, e o secretário de Saúde, Julimar Hilarino, assinaram nesta sexta-feira, 29, termo de adesão para implantação do projeto no hospital - Serviço de Pronto Atendimento, SPA Ivanildo Júnior, na Vila Santa Lúcia, em Davinópolis.
O secretário de Saúde Julimar Hilarino e a coordenadora do "Farmácia Viva" Kallyne Costa



Segundo ela, o “Farmácia Viva” visa estimular o cultivo de plantas medicinais com a implantação do horto no hospital, previsto para o mês de novembro. E, ainda, a capacitação de servidores e a comunidade para utilização das técnicas corretas de manejo, cultivo, coleta e secagem das ervas.
Kallyne Costa explica que “os produtos e mudas serão utilizados pela comunidade, profissionais de saúde e familiares que transformarão ervas em xaropes, chás e pomadas para utilização terapêutica em suas residências e no hospital”.
“Temos percorrido os 217 municípios do Maranhão para levar esse projeto ‘Farmácia Viva’ que consegue melhorar a qualidade de vida das pessoas através do uso correto das plantas medicinais”, ressalta.

Ela diz que, por meio da parceria, o Estado contribuirá na capacitação dos servidores da saúde e da comunidade promovendo cursos para orientar a população, de forma técnica, utilizando plantas medicinais e tirando o melhor proveito delas no trato com a saúde.
O secretário de Saúde, Julimar Hilarino, considera importante a adesão ao “Farmácia Viva” que investe na capacitação de servidores, da comunidade e associando o tratamento ao da ciência. “O município dispõe de área para implantação do horto, no próprio hospital, bem como disponibilizará todo apoio necessário junto com a Secretaria de Agricultura”, frisou.
Ele garante que o município será referência na região Tocantina no método da “Farmácia Viva” que permitirá que a população tenha acesso a esses “medicamentos” de forma natural, bem como acesso ao conhecimento produzindo no quintal de casa.





Comente com o Facebook: