Vereador Pedro Gomes comemora recuperação da rua Euclides da Cunha

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Formada primeira turma do 'Samuzinho' em Imperatriz

Projeto beneficia crianças a partir de 7 anos

Com o objetivo de formar cidadãos mais conscientes e diminuir o número de ligações indevidas, trotes, praticados por crianças, foi lançado na manhã de sábado, 30, em Imperatriz, o samuzinho. Primeira turma beneficia filhos de servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, SAMU. Novo processo de seleção a partir de janeiro de 2018, será aberto à comunidade. Coordenado pelo Núcleo de Educação Permanente, NEP, curso tem duração de dois meses.
Aula inaugurau aconteceu no auditório da Regional de Saúde

De acordo com o coordenador do SAMU, Alexandro Freitas, segunda etapa do projeto incluirá alunos da rede pública. "Noção de bom senso, diretrizes de atendimento e primeiros socorros dentro da urgência e emergência estão entre os principais temas a serem trabalhados. Após conclusão do curso essas crianças atuarão conosco nas escolas municipais e estaduais fazendo palestras" - informou. Ele ressalta que na formatura, participantes receberão uniformes e medalhas.

Samuzinho foi criado pelo Ministério da Saúde em 2013 devido ao alto número de trotes registrado na central de regulação do SAMU, mas, com as formações, os índices diminuíram. “Por isso, visamos trabalhar o público infantil de toda a cidade. Atenderemos faixa etária a partir dos 7 anos" - explica a coordenadora do NEP, Tatiara Freitas. Ela observa que durante o curso, as crianças acompanharão na prática, como funciona o trabalho do órgão, para que tenham uma percepção mais aprofundada dos protocolos de atendimento.

Para a servidora Hellen Teles, projeto é a concretização de um sonho. "Qualquer iniciativa que nos ajude no processo educacional infantil é bem-vinda. Minha filha sempre me acompanhou na rotina de trabalho, e já era apaixonada, inclusive diz q vai trabalhar no SAMU. Agora ela vai poder aprender mais sobre minha profissão, e quem sabe despertar de fato, o interesse por essa área" - ressaltou.


Comente com o Facebook: